Em uma entrevista ao site GameSpot, os produtores de Marvel vs Capcom: Infinite, Peter Rosas e Michael Evans, comentaram sobre diversos pontos do jogo, sendo alguns deles polêmicos.

Sobre os X-Men, Evans disse que há uma conversa com a Marvel sobre quais personagens devem ir ao jogo e sabe que muitos fãs os desejam, porém comenta que o fã moderno da Marvel talvez não conheça os X-Men menos populares. Ele sabe que os fãs atuais conhecem o Pantera Negra e alguns dos Guardiões da Galáxia. Depois desvia a conversa para a Captain Marvel, dizendo que pode ser uma escolha estranha, porém seu gameplay se encaixa no jogo e a Marvel em si pretende promovê-la até o seu filme ser lançado.

Algo fora da entrevista e que vale mencionar aqui é que Marvel Heroes removerá o Quarteto Fantástico do jogo, alegando que a desenvolvedora não possui mais os direitos sobre ele. Com isso, é praticamente impossível que os veremos em Marvel vs Capcom: Infinite.

Na mesma entrevista, Rosas explica que os jogadores associam personagens requisitados devido às suas funções. Magneto, por exemplo, possui um dash para 8 direções e é bem rápido. Para jogadores técnicos, tudo que eles querem, segundo ele, é esse tipo de coisa. Nesse caso de Magneto, Rosas diz que Nova, Captain Marvel e Ultron podem fazer a mesma coisa. Ele garante que as funcionalidades de personagens possivelmente ausentes estarão no jogo em outros lutadores.

Por fim, Evans confirmou que o rosto de Chun-Li será mudado até o lançamento. Não pode prometer algo agora, mas ele deseja agradar os fãs e sabe que existe muita crítica quanto a isso – até ele mesmo concorda que está feio.

Você pode ler a entrevista na íntegra clicando na fonte.