Em 28 de julho deste ano, a cutscene de desarmamento nuclear ocorreu em Metal Gear Solid V: The Phantom Pain no PS3. Acreditava-se que tinha sido feito de forma legítima, pois foi uma ação de um grupo de jogadores que buscavam desarmar as ogivas. Saiba mais aqui.

No entanto, a Konami revelou agora que isso não foi legítimo. De acordo com a companhia, um certo indíviduo causou isso (não se sabe como) e, inclusive, ele foi banido. Leia as mensagens na íntegra a seguir.

A cutscene em questão, caso não conheça, pode ser vista abaixo.