A Koei Tecmo publicou seu relatório financeiro para o segundo trimestre do ano fiscal de 2020. A empresa estabeleceu um novo recorde de vendas e lucro no segundo trimestre. No entanto, a empresa também adiou seu novo jogo principal não especificado para o ano fiscal de 2022 ou mais tarde.

A Koei Tecmo viu seu valor de vendas no segundo trimestre do ano fiscal de 2020 aumentar em 39,7%, o lucro operacional em 145,6%, o lucro normal em 151,6% e o lucro líquido em 99,7% quando comparado ao mesmo período no ano fiscal de 2019. Apesar dos contratempos da Koei Tecmo em outros segmentos como Imóveis e Diversões (pachinko e jogos de arcade) devido à pandemia do coronavírus, o segmento de Entretenimento – que lida com jogos para console e móveis – registrou aumentos de 6,81 bilhões de ienes nas vendas e 5,329 bilhões de ienes no lucro operacional.

Grande parte do lucro no período foi atribuído ao enorme sucesso de Sangokushi Senryaku-ban, um jogo mobile licenciado baseado no Romance of the Three Kingdoms XIII da Koei Tecmo, que está disponível na China. Quanto aos jogos de console lançados recentemente pela empresa, Nioh 2 e Fairy Tail venderam mais de 1 milhão e 310 mil cópias em todo o mundo, respectivamente.

No relatório financeiro anterior para o segundo trimestre do ano fiscal de 2019, a Koei Tecmo planejou lançar um grande jogo baseado em um novo IP original com uma meta de 5 milhões de cópias – superando até mesmo os 3 milhões de cópias de Nioh – no ano fiscal de 2020. No entanto, a empresa anunciou no último relatório que a janela de lançamento deste jogo foi movida para o ano fiscal de 2022 ou mais tarde. O motivo dado é buscar a qualidade que faça o jogo valer a pena vender 5 milhões de cópias enquanto faz bom uso das altas especificações dos novos consoles. A empresa agora se esforça para vender um jogo de console que vende cerca de 2 a 5 milhões de cópias em cada ano fiscal.

A Koei Tecmo sugeriu anteriormente uma localização para o Ocidente de Persona 5 Scramble: The Phantom Strikers nos relatórios financeiros da empresa. No entanto, o último relatório da empresa, que foi feito para o 2º trimestre do ano fiscal de 2020, não inclui qualquer menção a esse lançamento.

Isso não significa que o jogo foi cancelado para o Ocidente (apesar de ser uma possibilidade). O mais provável é que, como o anúncio ainda não aconteceu e não sabemos quando a Atlus pretende fazê-lo, a Koei Tecmo deve ter omitido a informação até que isso aconteça.