"Na conferência de hoje, a Sony apresentará The Last Guardian, o remake de Final Fantasy VII e Shenmue 3". Acredito não ser o único que desconsideraria totalmente essa fala se fosse ouvida antes da apresentação da empresa na E3 2015. Porém, aconteceu. E foi épico. Não é por menos: o PS4 rodará três dos mais esperados jogos dos últimos 15 anos, no mínimo. 
 

The Last Guardian, Final Fantasy VII e Shenmue III: dá para acreditar?
 
The Last Guardian foi inicialmente anunciado na E3 de 2009, ainda planejado para o PS3. Desde então, praticamente NADA foi divulgado de forma oficial sobre o título. Cada vez mais, rumores inundavam a internet sobre o possível cancelamento e o conturbado processo de desenvolvimento, que envolveu a saída de Fumito Ueda (principal mente criativa por trás do game) da Sony. Eis que ontem ele estava lá, com vídeo de gameplay, previsão de lançamento e tudo. O hype já era enorme, por ser o sucessor espiritual dos clássicos Ico e Shadow of the Colossus. O tempo de espera entre o anúncio inicial e a tão aguardada confirmação de que o título ainda respira criou um status ainda mais lendário à obra.

Pouco depois veio o título que nunca existiu (até então). Desde aquela famosa demonstração gráfica na E3 de 2005, o remake de Final Fantasy VII virou o sonho de muita gente que desfrutou da companhia dos heróis liderados por Cloud no RPG de 1997. Campeão de vendas e considerado por muitos como uma das principais razões para que os JRPGs se popularizassem no ocidente, NÃO FOI DÍFICIL ENCONTRAR TWEETS, POSTS E COMENTÁRIOS NO FACEBOOK DE GENTE ESCREVENDO EM CAPS LOCK A EMOÇÃO DE FINALMENTE VER O TÃO AGUARDADO TÍTULO SE TORNANDO REALIDADE. 

 
A conferência poderia terminar ali mesmo, não é? Como superar o anúncio desses dois gigantes? No entanto, a Sony completou "os três impossíveis" com chave de ouro. Explicar a empolgação com Shenmue III é díficil: a série não vendeu tão bem assim e as chances são grandes de que a maioria do público atual nunca chegou a jogar os dois primeiros episódios. A explicação que resta é a seguinte: "é Shenmue". Quem jogou, ama o título de paixão e o glorifica de forma contagiante. As mecânicas dos QTEs e das lutas corporais podem estar desatualizadas, mas a expectativa é que Yu Suzuki apresente boas novidades para encerrar a trilogia de forma satisfatória.
 
Cada um desses jogos era exatamente o que o público pedia na última década. Logicamente há ressalvas de como cada um deles irá atender às enormes expectativas criadas ou até mesmo a perda de exclusividade de alguns deles (Final Fantasy VII não saírá apenas para PS4 e Shenmue III já está confirmado para PC também). Mas tudo aconteceu no palco da Sony, que passou a impressão de realmente se importar com o feedback dos fãs com essa conferência dos sonhos. 

Para entender um pouco desse hype, basta ver o vídeo com a reação ao vivo dos jornalistas do site Game Trailers durante o anúncio de Final Fantasy e Shenmue. Eles resumem bem o que muito jogadores fizeram ao assistir à conferência matadora.
 


Os donos de PS4 obviamente são os principais beneficiados com a cartada, mas a divulgação da mídia sobre "os três impossíveis" acirra muito a concorrência para esta geração, obrigando os rivais a terem jogos à altura e melhorando ainda mais o mercado dos gamers.
 
Depois de ontem, Half-Life 3, Star Wars 1313 e Silent Hills produzido pelo Kojima e Guilhermo Del Toro não parecem tão distantes, não é mesmo?