Especiais

A Kompetição foi torneio de Mortal Kombat 11 organizado pela WB Games Brasil; PSX Brasil ficou em terceiro


No dia 23 de abril, data de lançamento de Mortal Kombat 11, a WB Games Brasil organizou um torneio com influenciadores e a imprensa brasileira de games em São Paulo (SP). O PSX Brasil foi convidado para esse evento.

Aliás, é justamente por esse motivo que nos dias 23 e 24 de abril você não viu postagens feitas por mim. Enquanto eu viajava para São Paulo, pedi que a equipe me ajudasse com essa parte!

Mortal Kombat 11 Kompetição
Fomos recepcionados pelo Scorpion ao chegar no local.

O evento da WB Games Brasil, chamado de “A Kompetição”, não teve transmissão ao vivo (uma pena) e as partidas não foram gravadas. O local foi numa hamburgueria chamada “LE Burger” que fica próxima à Avenida Paulista e possui um “ambiente nerd”.

Em relação às comidas, tivemos lanches tematizados (como “Kano” e “Kitana”). Além disso, havia cosplayers, como um Kano, Kitana, Jade, Scorpion e Sub-Zero.

Mortal Kombat 11 Kompetição

Apesar do local ser interessante, talvez não tenha sido a melhor escolha para realizar o torneio.

O motivo disso é que eram 4 estações com PS4 e MK 11 em uma sala relativamente pequena e sem ar condicionado. Isso significa que estava quente e abafado. Apesar disso, por conta do clima que estava com chuvas esporádicas, não foi tão horrível assim quanto parece soar.

Mortal Kombat 11 Kompetição
Olha a galera em cima do pobre Ruan Segretti (PR da WB Games Brasil) querendo saber o que teríamos em seguida…

O campeonato em si foi feito em Double Elimination (ponto positivo). Ou seja, o perdedor de cada luta vai para uma segunda chave e é preciso perder duas vezes para deixar o torneio. E isso vale inclusive para as finais – quem vem da “losers” precisa ganhar dois sets, pois o que veio da chave dos vencedores também tem o direito de perder uma vez (chamamos isso de reset). Se o que veio da “winners” ganhar um set da final, ele já é campeão.

No entanto, as lutas foram feitas em “melhor de 1” (e não de 3). Além disso, as partidas ocorreram por rotação: eram chamadas as 4 duplas que se enfrentariam, esperava todas elas se organizarem, deixava acabar e aí chamava novamente outras 4 duplas. Isso atrasou muito as coisas, pois devido ao espaço pequeno nem todos os competidores ficavam próximo do local – era preciso chamar e esperar as pessoas aparecerem. Fica a sugestão para a WB Games Brasil não adotar esse sistema, mas sim de que vagou uma estação, já chama a próxima luta. O torneio será bem mais rápido e talvez até daria fazer melhor de 3. Aliás, mesmo que não desse, as finais poderiam ter sido melhor de 3…

Foram 32 participantes de diferentes sites e canais de YouTube. O prêmio? Uma edição de colecionador de Mortal Kombat 11. O segundo e terceiro colocado ganhavam uma sacola de brindes com headset, camiseta, filmes em blu-ray e jogos da WB Games.

Mortal Kombat 11 Kompetição
Eu (Ivan), de costas à esquerda, contra o Igor3k.

Infelizmente, alguns poucos sites não apareceram e, por conta disso, o Rui Celso (um dos redatores do PSX Brasil) também participou do campeonato. Apesar dele ter perdido a primeira batalha com sua Kitana, instruí algumas dicas com a Jade e ele conseguiu ficar em nono lugar!

E quanto a mim? Bom, avancei e cheguei nas Winners Finals. No entanto, o Matheus do site IGN Versus (e não IGN “normal”) conseguiu vencer com seu Liu Kang minha Jade por 2 rounds a 1 (lembrando que era uma luta apenas). Como eu não fazia ideia do que Liu Kang era capaz (lembre-se: o evento foi no dia do lançamento), tentei me adaptar e ia aprendendo as brechas dos golpes enquanto jogava. Mas não deu 🙁

Mortal Kombat 11 Kompetição
Rui (atrás à esquerda) assiste à minha luta da Winners Finals.

Em seguida, nas Losers Finals, perdi para o Sub-Zero do Ariel do site Combo Infinito. Eu estava mais familiarizado com o Sub-Zero, pois um amigo meu usou bastante o personagem enquanto eu treinava offline antes do lançamento. Porém, algo crucial que meu amigo não fazia e o Ariel sabia: agarrar. O mixup de overhead e low do Sub-Zero associado com o agarrão é outro personagem.

Dessa forma, fiquei em terceiro no campeonato. Na final, o Liu Kang de Matheus levou a melhor e venceu o Sub-Zero de Ariel, levando a edição de colecionador para casa.

Mortal Kombat 11 Kompetição
Reconhece o X?

A premiação de terceiro lugar, como mencionei antes, foi um headset OEX GAME (modelo Armor HS 403), uma camiseta amarela com o logo de MK11, LEGO Marvel Super Heroes 2 de Xbox One, a sétima temporada de Game of Thrones e o filme de Tomb Raider (ambos em blu-ray).

O pódio com os vencedores:

Abaixo você confere a chave do torneio com todos os competidores. Caso esteja ruim de ver, confira melhor no site do Challonge. Use a chave para ver como o seu site ou canal preferido avançou no torneio.

Caso queira conferir mais fotos do evento (eu não apareço em nenhuma! haha), confira o post abaixo no Facebook oficial de Mortal Kombat.

Fiquei muito contente com o resultado. Afinal, foi algo cansativo, pois viajei de Florianópolis para São Paulo de ônibus (ou seja, não dormi direito) e ainda tive que voltar também de ônibus no dia seguinte. Foi nessa viagem que percebi que não sou mais um adolescente ou um jovem com seus 20 e poucos anos…

Agora é continuar treinando Mortal Kombat 11. Próxima (provável) parada: Treta 2019 no Paraná em setembro. Será outro nível, mas tentarei estar à altura até lá!

O PSX Brasil agradece o convite feito pela WB Games Brasil para participar do torneio.

Mortal Kombat 11 Kompetição