A Sony confirmou recentemente que o controle do PS5, o DualSense, será capaz de gerar feedback tátil com base nos efeitos sonoros correspondentes do jogo.

A notícia vem de um relatório recente da Sony sobre a tecnologia da empresa. Novos detalhes sobre o controle da próxima geração são brevemente discutidos no meio do referido relatório, incluindo informações sobre como ele responderá às ações do jogo por meio de feedback tátil.

“Embora o DualSense permita experiências de jogo mais realistas, os criadores também precisarão de mais tempo e know-how para criar vibrações de alta qualidade”, diz o relatório.

O relatório continua observando que, para reduzir esse fardo, a Sony implementou um novo design de feedback tátil especificamente voltado para os criadores de jogos. Como uma ferramenta, isso deve, hipoteticamente, permitir que os desenvolvedores criem formas de onda de vibração mais rápido do que antes, permitindo-lhes pular várias etapas que eram anteriormente necessárias para o DualShock 4.

Isso também facilita a geração de padrões de feedback tátil com base nos efeitos sonoros do jogo que correspondem a ações específicas.

“O foco de nosso desenvolvimento era a tecnologia de rede neural profunda, mas o problema era que havia poucos estudos anteriores que aplicaram essa tecnologia ao sentido do tato, em vez de imagens e sons”, diz o relatório.

“No início, passamos muitos dias sofrendo com os dados”, continua. “Mais tarde, estudamos e examinamos diferentes algoritmos enquanto recebíamos conselhos de especialistas. Isso nos permitiu automatizar a geração de formas de onda de vibração de alta qualidade até certo ponto, fazendo com que parecesse que foram criadas manualmente pelos criadores”.

O PlayStation 5 será lançado no fim de 2020.