Conversando com o site GamesIndustry, Warren Spector (Epic Mickey) comentou que prever a indústria é impossível, mas que acredita que o maior risco para os consoles da próxima geração é que, considerando o hardware, eles serão os mesmos em três ou cinco anos, enquanto que os celulares e tablets, como o iPad e Kindle Fire estarão ainda mais poderosos, que é até "louco" pensar a respeito.

Já o CEO da Ubisoft Montreal, Yannis Mallat, disse que com o PS4 foi uma mudança radical e que o console é uma surpresa agradável no sentido de desenvolvimento, devido à sua arquitetura similar ao PC.

Outra curiosidade é que os desenvolvedores não sabiam dos 8GB de RAM do PlayStation 4 até ele ter sido revelado, segundo o CEO da Just Add Water, Stewart Gilray.

A Evolution Studios comentou que desenvolver para o PS4, para quem está acostumado com o PS3, significa entender o desenvolvimento para os computadores da última geração, com ferramentas como variações, volume e compressão de texturas e outras mais.

Por fim, a Guerrilla Games comparou o PlayStation 4 com um PC. É dito que o PC possui componentes com "pontes" entre eles e que se há problema em um deles, não teremos um balanceamento, ao contrário do PS4. O PS4 não terá um "gargalo", tudo será balanceado após vários esforços para que isso acontecesse.