Ontem, tivemos a surpresa que Cyberpunk 2077 foi adiado para 10 de dezembro, mesmo com o jogo já indo a gold no início do mês. Segundo o CEO da CD Projekt RED, Adam Kicinski, disse que o atraso se deve às versões da geração atual (PS4 e Xbox One).

Depois que o anúncio foi feito, alguns jornalistas divulgaram a informação de que os desenvolvedores só ficaram sabendo do anúncio quando ele aconteceu. Ou seja, nem mesmo a equipe envolvida sabia que o game seria adiado mais uma vez.

Mas isso há uma razão para ter acontecido: segundo um desenvolvedor anônimo ao site da Game Informer, a equipe em geral não fica sabendo das decisões tomadas pelos presidentes e CEOs por causa da lei trabalhista da Polônia. Ou seja, se os desenvolvedores ficassem sabendo que o atraso ia acontecer, todos eles – que são mais de mil – precisariam assinar um termo para que não divulgassem a informação antes da hora. Se eles não assinassem, seria basicamente vazar uma informação confidencial e poderia até influenciar coisas como as ações da companhia no mercado.

Um representante da CD Projekt RED confirmou à Game Informer essa história. Outros três desenvolvedores também disseram que o atraso realmente aconteceu devido à qualidade atual de Cyberpunk 2077 no PS4 e Xbox One, sendo que a CD Projekt RED deseja ter um “lançamento perfeito”.