Segundo o site REVIL, Mike Lunn, da Capcom, respondeu a algumas perguntas do público no PlayStation.Blog, e comentou o motivo de Resident Evil: Revelations não ter sido portado para o PlayStation Vita.

De acordo com ele, quando surgiu a idéia de portar o jogo para outros consoles, a proposta era utilizar os consoles de mesa como uma maneira de expandir a experiência proporcionada por RE: Revelations. E para isso era necessária uma tela maior e com mais capacidade sonora. Já que é esse o tipo de experiência que os jogadores realmente querem. Além disso, segundo ele, o processo de criação de um jogo para o Nintendo 3DS e para o PS Vita são completamente diferentes, principalmente no que se refere a resolução de tela e configurações geral do jogo. E esse foi um dos motivos que inviabilizaram o port do jogo para o novo portátil da Sony.

Paralelo a isso, a Capcom anunciou que lançará diferentes edições do game no Japão. Confira:

  • Premium Set: contém o jogo RE: Revelations Unveiled Edition, um porta-cartões da BSAA, um CD com a trilha sonora oficial do jogo, e um relógio da BSAA fabricado pela GSX Watches. O Premium Set custa 42.000 ienes, cerca de R$ 1.000,00);
  • Limited Set: contém o jogo RE: Revelations Unveiled Edition, o porta-cartões da BSAA e o CD com a trilha sonora oficial do jogo. Este pacote sai por 7.400 ienes, cerca de R$ 170,00;
  • BSAA Watch Set: contém o jogo RE: Revelations Unveiled Edition, e o relógio da BSAA fabricado pela GSX. O valor desse pacte fica em 39.000 ienes, cerca de R$ 900,00.

Por fim, foi confirmado que o game terá um troféu de platina (até aqui nenhuma novidade, dado o fato de que será lançado em disco também) e que não terá suporte ao 3D, mesmo a versão de 3DS possuir essa característica.