A Atari, a empresa que ajudou a criar a indústria dos games nos anos 70, entrou com um pedido de falência nos Estados Unidos nesta segunda-feira (21).

O principal objetivo da empresa é separar-se da companhia que a controla e não dá lucro desde 1999, a francesa Atari SA, antes conhecida como Infogrames. A divisão dos EUA conseguiu um modesto lucro nos últimos anos.

A criadora de "Pong" e "Asteroids" também pretende conseguir US$ 5,25 milhões em financiamento para focar no desenvolvimento e licenciamento de jogos para smartphones e tablets.

"O pedido constitui uma opção estratégica para as operações da Atari nos EUA, que tentará preservar seu valor e conquistar a receita que deixava de ser gerada sob o controle da Atari SA", diz comunicado da Atari.

Mergulhada em problemas financeiros há anos, a empresa de 31 anos de idade é famosa por games como "Pong", "Asteroids", "Centipede" e outras centenas de games, além do Atari 2600, um dos principais responsáveis pela popularização dos consoles de videogames.