AnálisesPS Vita

Utawarerumono: Mask of Truth

Análise

NOME: Utawarerumono: Mask of Truth
FABRICANTE: Aquaplus
PLATAFORMA: psvita
GENERO: Visual Novel
DISTRIBUIDORA: Atlus USA


LANÇAMENTOS
05/09/2017 05/09/2017 21/09/2016


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: qHD

Nº de Jogadores: 1

Troféus (com Platina)

Espaço necessário: 3,2 GB

Compatível com PSTV

Disponível na PlayStation Store


Aviso: a análise conterá spoilers do final do jogo Utawarerumono: Mask of Deception, por se tratar da sequência direta. Caso ainda não tenha jogado, recomenda-se discrição.

Utawarerumono: Mask of Truth é o capítulo final de uma trilogia de quase quinze anos, iniciada com seu primeiro jogo lançado para PC e o segundo jogo lançado para o PlayStation 4 e PlayStation Vita (confira nossa análise do segundo jogo aqui). Este jogo, assim como o segundo, está disponível no Ocidente para o PlayStation 4 e PlayStation Vita.

Utawarerumono: Mask of Truth continua logo após o final do segundo jogo, com a grande reviravolta do protagonista assumindo a identidade de um dos personagens principais e na véspera de uma grande guerra civil pelo controle de Yamato. Tudo está contra o protagonista e seu grupo, cabendo a eles o futuro da nação.

O desenrolar da história, desta vez, é mais rápido do que no jogo anterior. Como o jogador já está familiarizado com todos os personagens e os temas, a história agora segue sem muitos momentos de descanso, com um grande conflito atrás do outro. Haku, agora com sua nova identidade e pouquíssimos recursos, deverá provar a todos que está com a verdadeira princesa de Yamato e garantir que não usurpem o trono.

Não diferente do jogo anterior, Mask of Truth traz o mesmo gênero e a mesma jogabilidade aos jogadores. Muita história, desenvolvimento da trama e alguns combates para mudar um pouco o ritmo. Ao contrário de Mask of Deception, a sequência agora faz um trabalho muito melhor em equilibrar história e batalhas, então não existe uma disparidade muito grande entre o tempo gasto com a história e com as batalhas.

Com o intervalo de um ano do desenvolvimento entre os dois jogos, os desenvolvedores conseguiram refinar vários aspectos. A trilha sonora está mais compatível com o jogo, a trama é mais coerente e as batalhas são bem mais desafiadoras.

Sendo basicamente a parte dois do Mask of Deception e o capítulo final da trilogia, Mask of Truth dá conta do recado. Após mais de 60 horas de jogo, sem contar os desafios opcionais, tudo se resolve neste jogo. Todos os pontos soltos, tanto do primeiro quanto do segundo título são respondidos.

Basicamente, se você conferiu Utawarerumono: Mask of Deception e gostou, Utawarerumono: Mask of Truth é imperdível, sendo a conclusão de uma das histórias mais épicas disponíveis nas duas plataformas em que foram lançados. Se você ainda não deu uma chance, confira os jogos anteriores e experimente o que é uma das melhores trilogias japonesas dos últimos tempos.

Veredito

Utawarerumono: Mask of Truth encerra uma história iniciada há quinze anos, trazendo o fim para uma das melhores trilogias japonesas dos últimos anos.

Jogo analisado com código fornecido pela Atlus USA.

90%