AnálisesPS3

Sports Champions

Análise

NOME: Sports Champions
FABRICANTE: San Diego Studio / Zindagi Games
PLATAFORMA: ps3
GENERO: Esporte
DISTRIBUIDORA: Sony Computer Entertainment


LANÇAMENTOS
17/09/2010 17/09/2010 21/10/2010


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Nº de Jogadores: 1-4

Definição HD: 720p

Troféus

PlayStation Move


Para o bem e para o mal, Sports Champions é o Wii Sports do PlayStation Move. Competente, divertido, bem produzido, mas não muito mais do que uma demonstração técnica dos potenciais do novo controle por movimentos da Sony.

Sports Champions apresenta seis modalidades diferentes, mesclando esportes modernos a esportes pouco conhecidos. Sem mais delongas, o jogador é apresentado a uma tela onde pode escolher uma das modalidades oferecidas pelo jogo, a saber: Vôlei de Praia, Lançamento de Discos (embora jogado com as regras do golfe), Combate de Gladiadores, Arco e Flecha, Tênis de Mesa e Bocha. Cada um dos esportes pode ser praticado utilizando-se apenas de um PlayStation Move, embora Vôlei de Praia, Combate de Gladiadores e Arco e Flecha possam ser jogados com dois controles.
 

O jogo tenta passar uma imagem de campeonato mundial de esportes esdrúxulos, com personagens representando mesmo que indiretamente várias nações do planeta. O carisma dos personagens é o mesmo apresentado pelos modelos da PlayStation Home. São muito pouco criativos e totalmente estigmatizados pelos países que teoricamente representam. E ainda por cima são limitados a apenas 10. Ou seja, esta é a parte menos inspirada do jogo.

Cada uma das modalidades conta com um modo de "Free Game", um modo de desafio (com mini-games) e uma espécie de campeonato, dividido em níveis (bronze, prata e ouro), e em cada um dos níveis enfrentamos 10 adversários diferentes.

O Vôlei de Praia tem seus fundamentos muito bem representados. A movimentação dos jogadores na quadra é automática, o que de certa forma facilita bastante o jogo. Mas para ter sucesso nas jogadas é necessária bastante atenção nos bloqueios e nos passes, principalmente. O tempo para execução das ações também é bastante importante, e pode determinar o sucesso de cada jogada. Com a utilização de dois Moves a qualidade da simulação aumenta ainda mais, principalmente nos bloqueios e nas levantadas.
 

O Lançamento de Discos é uma das modalidades mais estranhas que o jogo apresenta, mas nem por isso deixa de ser divertida. É uma mescla de arremesso de disco com Golfe, onde o objetivo é lançar discos em direção a uma espécie de rede, a vários metros de distância do local inicial, com o mínimo de tentativas possível. A detecção dos lançamentos é excelente, levando muito em conta força e direção. Esta é a modalidade mais difícil de conseguir bons resultados, pelo menos até o jogador conseguir encontrar a melhor forma de realizar os lançamentos.

O Combate de Gladiadores parece ser a menos precisa de todas as modalidades. Embora a idéia seja uma das mais divertidas do jogo (principalmente quando se utiliza dois Moves, onde um deles faz às vezes de escudo), a baixa precisão da execução tira muito do brilho da modalidade. Quando estamos jogando sozinhos a IA ainda é bastante tola, deixando quase sempre as pernas desprotegidas.

O Arco e Flecha beneficia-se muito da precisão do controle, só perdendo neste quesito para o tênis de mesa. Quando se utiliza dois controles, a qualidade da simulação é ainda maior, pois o movimento de retirada da flecha de sua bolsa é muitíssimo realista. Os alvos são móveis, e a disputa contra o adversário é realizada simultaneamente, onde ambos devem acertar os mesmos alvos em um curto período de tempo.
 

O Tênis de Mesa é de longe o que apresenta melhor a precisão do conjunto Move+Eye. Chega a ser impressionante a forma como o jogo consegue detectar as mínimas movimentações na mão do jogador, bem como a força para a execução dos movimentos. E a detecção de profundidade que a PlayStation Eye disponibiliza ao jogador é a cereja do bolo do modo. Adiantar-se na direção da TV ou afastar-se da mesma faz real diferença na forma como os ataques e defesas são realizados, e na forma como você pode salvar uma bola ou surpreender o adversário.

Já a Bocha, apesar de ser um esporte muito pouco usual para nós brasileiros (e normalmente mais associado a velhinhos nas praças do que a homens e mulheres no auge de seus atributos físicos) é outra modalidade excelente para demonstrar as capacidades do controle. O lançamento da bola é bastante preciso e fiel, e o mesmo pode ser dito da física do jogo como um todo.

Os gráficos de Sports Champions são bonitos, bem polidos e com ambientes muito bem desenhados, mas não chegam a ser nada de excepcional. O som é praticamente imperceptível, se limitando a gemidos sem graça dos esforços físicos dos jogadores, e trilha sonora muito pouco inspirada.

Sports Champions é um jogo que será aproveitado por algum tempo se jogado sozinho, principalmente pelos ávidos por troféus, mas é no seu quesito multiplayer que reside a sua maior qualidade e também o seu maior problema. A longevidade do título está justamente nas possibilidades de embates com os amigos, e é neste modo onde você provavelmente encontrará os seus momentos de maior diversão diante do título, principalmente jogando Tênis de Mesa e Combate de Gladiadores. Mas a ausência de um modo online é simplesmente imperdoável. Pensar que a possibilidade de realizar disputas de tênis de mesa contra jogadores de qualquer lugar do mundo foi simplesmente deixada de lado é um dos pontos mais desanimadores do título.
 

Mesmo assim, Sports Champions consegue ser uma boa pedida para quem acabou de adquirir um ou mais controles PlayStation Move. Os aspectos de "Demonstração Técnica" não são suficientes para esconder as qualidades da precisão da detecção de movimentos nas diversas modalidades disponíveis. As poucas formas de se aproveitar as modalidades e a ausência de um modo online quase podem ser totalmente esquecidas ao se jogar com um ou mais amigos. E a pouca inspiração de gráficos e personagens será totalmente esquecida na primeira cortada certeira que você der no Tênis de Mesa.

75%