AnálisesPS3

Sonic Generations

Análise

NOME: Sonic Generations
FABRICANTE: Sonic Team
PLATAFORMA: ps3
GENERO: Ação / Plataforma
DISTRIBUIDORA: SEGA


LANÇAMENTOS
04/11/2011 04/11/2011 01/12/2011


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Definição: 720p

Jogadores: 1

Leaderboards

Troféus

DLC


Sonic Generations é um título claramente feito para homenagear o ouriço que completa 20 anos em 2011. Para tentar agradar gregos e troianos, uma tática ousada foi feita: dois Sonics com gameplays distintos.

De um lado temos um Sonic "moderno", com um gameplay que teve origem em Sonic Unleashed, evoluiu em Sonic Colors (Wii) e sofreu mais algumas pequenas adaptações para Generations. De outro, um Sonic "clássico", com jogabilidade em 2D constante, sem um botão de "dash", e com (ao menos no início) a possibilidade apenas de Spin Dash e pular. Isso deu certo? É o que veremos.

A história é bastante simples. Sonic recebe uma festa surpresa de todos os seus amigos e um ser misterioso conhecido como Time Eater estraga a festa, sequestrando todos eles e jogando Sonic em uma espécie de limbo no espaço/tempo. Para salvar todos eles e recuperar a "cor" aos lugares, Sonic deve correr – junto com ele mesmo em sua versão antiga – pelas diversas fases. As cutscenes são bem simples, mas faz qualquer pessoa que conheça o ouriço esboçar um sorriso devido às personalidades de Sonic e Tails clássicos. Sonic clássico não abre a boca em nenhum momento, e cada vez que um amigo é salvo, um comentário sobre sua diferença é feito, o que é engraçado. Já Tails é extramemente "fofo", sem achar uma palavra melhor para descrevê-lo. Sem dúvida, os dois roubam a cena nas cutscenes.

O game possui 9 fases divididas em dois atos cada: cada ato para um Sonic diferente. 3 fases são dos jogos de Mega Drive, 2 de Dreamcast, 1 de GC/Xbox/PS2, e mais outras 3 dos últimos jogos (2006, Unleashed e Colors). Entre cada 3 fases há um chefe. Apesar de ser o mesmo que Sonic já enfrentou no passado, a batalha é completamente diferente. Até mesmo as fases. Ou seja, tanto as fases quanto os chefes serviram apenas de inspiração para a criação de novos desafios. Sonic Generations não é uma "compilação de ctrl+c e v", em outras palavras. Até mesmo a fase de Sonic Unleashed que poderia ser idêntica, é diferente em seu design.

Há um "Hub World" para escolher as fases e os chefes. Em cada "zona", há desafios a serem completados pelos dois Sonics. Para chegar ao fim da história, será necessário completar apenas dois desafios em cada zona. Mas se você busca os 100%, será um caminho mais longo.

Em cada "geração de 3 fases" há também uma batalha contra um rival. Metal Sonic, visto na imagem acima, é um deles. E você pode imaginar quem são os outros dois rivais pensando nas gerações.

As músicas são todas remixes das fases originais. Outras músicas foram usadas nas missões, como um remix de "Super Sonic Racing" de Sonic R (Saturn). O jogo possui uma sala com diversos destraváveis, como artworks, cutscenes e músicas. Nela há mais músicas ainda, mas fiéis às suas versões originais, no entanto.

Ao completar uma fase, Sonic recebe um rank. Ao contrário dos outros jogos, obter um rank A ou S está bem fácil. E, a partir do seu rank, você ganha pontos que servem como experiência. Há uma loja que pode-se comprar diversos itens para equipar no personagem. Nada extravagante, porém. São itens como aumentar a velocidade ou, quando se termina o jogo, há a possibilidade de se tornar Super Sonic nas fases deixando essa habilidade equipada.

Nas fases há diversos colecionáveis conhecidos como Red Rings. Eles estão escondidos e liberam artworks, músicas e até itens, desde que se pegue todos em uma fase. Os desafios mencionados anteriormente também liberam extras desse tipo.

A jogabilidade de Sonic está bem diferente de Sonic 4: Episode I. Sonic clássico lembra, de fato, a sua jogabilidade antiga. Porém, há muitos momentos que Sonic parece minúsculo para a fase em si. A câmera também não mostra muito o que está por vir, dificultanto evitar ações indesejadas. No entanto, o jogo possui inúmeros avisos de "bottomless pits" (precípios que são morte na certa). Morrer por causa de uma queda é impossível, praticamente. Mas levar dano por causa de um inimigo que não se imaginava, é frequente. Já Sonic moderno, devido à sua câmera vista por trás na maioria dos casos, facilita evitar esses problemas.

No fim das contas, a jogabilidade não possui problemas. Mas para quem não gostar do Sonic moderno ou do clássico, não pode "escolher apenas um". Para terminar o jogo, é necessário jogar com ambos. Há a possibilidade de se focar com um deles nos desafios, mas as fases precisam ser jogadas nos dois atos.

O jogo ainda possui um modo online. Não se engane: não é um "multiplayer". Há dois modos: um que você joga uma fase por 30 segundos e chega o mais longe que puder nela. Pode-se comparar o seu desempenho com o do seus amigos. Já o outro modo é o clássico "Time Trial Online". Jogue e faça o melhor tempo que puder para entrar nos rankings online.

Sonic Generations é um bom título. É relativamente curto, as fases não são difíceis (não se nota um aumento na dificuldade ao longo do jogo), mas quem foi fã do personagem nesses 20 anos tem a obrigação de conferir o título. Se você é mais daqueles "Sonic já foi bom para mim um dia", também deve conferir. Você pode não gostar de certos elementos, mas o conjunto da obra prevalecerá sobre esses eventuais problemas.


— Resumo —

+ Sonic em sua melhor forma
+ Seleção de melhores momentos na história do personagem
+ Diversos destraváveis/colecionáveis
+ Músicas remixadas de qualidade

Curto
Fases relativamente fáceis
Modo online pouco explorado e pouco atraente

85%