AnálisesPS4

Sine Mora EX

Análise

NOME: Sine Mora EX
FABRICANTE: Digital Reality/THQ Nordic
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Shoot'em Up
DISTRIBUIDORA: THQ Nordic


LANÇAMENTOS
08/07/2017 08/07/2017 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p

Nº de Jogadores: 1 a 2

Troféus (sem Platina)

Espaço necessário: 1GB

Legendas em PT-BR: Sim

Dublagem em PT-BR: Não


Sine Mora EX é um jogo lançado pela THQ Nordic, produtora e distribuidora de grandes franquias como Darksiders, Red Faction e Halo Wars. E é com esse conhecimento que a THQ traz aos consoles da nova geração o "side-scrolling shoot'em up" (o tradicional jogo de navinha) Sine Mora EX, para PS4, XBOX ONE, Switch e PC, sendo que a versão para PS4 Pro e PC podem ser jogados em resolução 4K e 60 FPS.

Sine Mora EX é o jogo de 2012 lançado para PS3, PS Vita e X360, agora relançado com diversas melhorias, desde gráficas até a inclusão de novos desafios, novo modo de tela de 16:9, dublagem em inglês, cooperativo local da campanha para dois jogadores e três novos modos de jogo versus para partidas locais para dois jogadores.

Diferente do que é comum em jogos nessa temática, que muitas vezes não possuem histórias ou personagens muito profundos, Sine Mora EX possui uma história fascinante contada em sete capítulos. A história acontece em um universo que possui a condição de poder viajar no tempo e tudo acontece em eventos do passado e do presente de Ronotra Koss, um perito do Império, desiludido ao que servia e em meio a um conflito entre Enkies e o Império. Tudo acontece em torno de sua busca por vingança pela morte de seu filho, piloto do Bombardeiro Rei Cobalto, assassinado por seu copiloto em uma missão ao se recusar cumprir as ordens militares.

E é assim que Koss usa Akyta Dryad, Myryan Magusa, Durak, Ytoo e Garai (um robô reprogramado por Koss) para completar seu plano de vingança contra os assassinos de seu filho, Argus. Um dos pontos fortes de Sine Mora EX é sua história; ela é confusa no começo, mas no decorrer dos acontecimentos o jogador vai tendo revelações que, no final, contam uma história surpreendente. E uma ótima história não é uma coisa que estamos acostumados a ver nesses jogos, que geralmente possuem motivos rasos que levam o jogador rapidamente ao combate sem muitas explicações.

Outro ponto forte, sem dúvida talvez o mais forte deles, sejam os gráficos de Sine Mora EX. O jogo é simplesmente fantástico em relação aos seus gráficos. Tudo é extremamente bonito, desde suas batalhas acima das nuvens, próximas ao mar com montanhas belíssimas, debaixo d'água, dentro de uma fábrica ou sobre grandes cidades, todas as ambientações são fabulosas. Lembrando que todos esses belos gráficos rodam em 4K e 60 FPS nativos no PS4 Pro. A THQ fez um trabalho sublime, tenho que confessar que nunca joguei um jogo de "navinha" tão belo, que não deixa nada a desejar para qualquer jogo quando se trata de belos gráficos.

Além do modo história para um ou dois jogadores, Sine Mora EX possui os modos Arcade e por pontuação, os quais o jogador pode jogar ao desbloquear as fases conforme evolui no modo história. Além desses dois modos, o mais desafiador modo de jogo é o "Desafios", que são exatamente o que seu nome diz. São 15 arenas desafiadoras que levarão o jogador ao seu máximo e é sem dúvida o modo mais difícil e, consequentemente, o mais gratificante de Sine Mora EX. Depois de uma dezena de horas de tentativas, completar um desafio é uma façanha a ser comemorada.

As opções para dois jogadores, além do modo cooperativo, é o modo 1×1 que contém três tipos de partidas versus: o modo Race, em que os jogadores têm que se manter vivos enquanto desviam ou eliminam inimigos; Tanks, em que os jogadores se enfrentam em uma arena com obstáculos; e Dodgeball, que é basicamente o modo Tanks em que cada jogador fica em sua metade (como em Pong) e tentam eliminar um ao outro ou aos 3 geradores protegidos por cada um. Cada partida acontece em poucos segundos e realmente não traz algo significativo ao gameplay ou à diversão, infelizmente.

Quando se trata de jogabilidade, Sine Mora EX é um caso à parte. É uma jogabilidade diferente de tudo que já foi visto em jogos desse estilo. Não existe barra de vida ou danos à sua nave, tudo é baseado no tempo. Conforme o jogador avança e elimina inimigos, segundos são adicionados a seu cronômetro; da mesma forma, todo dano sofrido durante a fase gera penalidades a esse tempo, o que algumas vezes pode ser frustrante em se tratando desse tipo de jogo, já que em alguns momentos o jogador parece extremamente poderoso, sendo quase impossível morrer.

Mas o jogo não é só isso. Ele ainda possui um sistema de "tokens", que dão diversos bônus ao jogador, desde pontos, barreiras de energia, evolução da arma e o principal: o recarregamento da barra que possibilita ao jogador usar o poder de voar em slow-motion, pequenos deslocamentos no tempo ou uma barreira que repele alguns tipos de tiros. Esse "especial" é muito útil em momentos em que a tela fica cheia de tiros, mas tem que ser medido, já que a barra esvazia mais rapidamente dependendo da dificuldade escolhida. O jogo também possui mais de 50 combinações de armas que podem ser variadas entre uma super-arma, o especial e os tiros do avião, que são uma variedade de três aviões que possuem cada um seu tipo de disparo.

As fases acontecem em sete ambientes distintos, com uma dezena de chefes desenhados por Mahiro Maeda, criador de animes como The Matrix e da animação em Kill Bill: Vol. 1. Sine Mora EX conta com 13 chefes ao longo de sete capítulos e, sem dúvida, são o ponto alto de cada fase, com cada batalha trazendo características únicas. E o jogo dá a possibilidade de o jogador enfrentar qualquer chefe a qualquer momento, pois cada um que é derrotado no modo história fica desbloqueado para combates individuais.

A trilha sonora é composta por Akira Yamaoka, responsável pela trilha sonora do icônico Silent Hill. Sine Mora EX tem muitos pontos altos, seja graficamente, sonoramente, em seu gameplay, em sua história ou nos combates contra chefes únicos. Mas, infelizmente, o jogo não é perfeito e também contém pequenos deslizes. Um deles está diretamente ligado a seus gráficos e como a interação com o ambiente acontece. Em alguns momentos, o ambiente simplesmente parece que entra no meio do caminho. Por exemplo, em algumas ocasiões você precisa passar em pequenas passagens e não é difícil de se chocar com elas. Não fica claro o caminho correto e o jogador simplesmente é destruído porque o jogo não deu a clareza necessária da posição da nave em relação ao ambiente.

Outro ponto negativo em relação ao gameplay é que o sistema diferente em relação à vida do personagem e o sistema de evolução das armas muitas vezes tornam o jogador extremamente "overpower", ou seja, o jogador fica poderoso demais e as batalhas, mesmo contra os chefes, se tornam muito fáceis. O fato do jogador poder recuperar a evolução de seu ataque e não morrer ao ser atingido pode fazer com que o jogador troque um hit por um pouco de tempo, ser acertado em alguns momentos pode não ser um fator e não faz com que o jogador se preocupe com isso.

Veredito

Sine Mora EX tem muitos pontos fortes. Sem dúvida, é o jogo mais bonito e com a história mais complexa que joguei nesse gênero. É um excelente jogo que precisa ser jogado por aqueles que, como eu, gostam das batalhas com navinhas. Traz modos extremamente desafiadores, além de um modo de desafios que vai levar qualquer jogador ao seu limite. Traz uma jogabilidade diferenciada no que diz respeito à forma com que o jogador lida com o tempo e como isso está diretamente ligado à vida de sua nave. O ponto alto dos capítulos são as batalhas contra os diversos chefes, os quais foram desenhados por Mahiro Maeda e contam com uma trilha sonora de Akira Yamaoka. É um título sólido em todos os aspectos e merece ser jogado por todos.

Jogo analisado com código fornecido pela THQ Nordic.


 

85%