AnálisesPS3

[PSN] TMNT: Turtles in Time Re-Shelled

Análise

NOME: [PSN] TMNT: Turtles in Time Re-Shelled
FABRICANTE: Ubisoft Singapore
PLATAFORMA: ps3
GENERO: Ação
DISTRIBUIDORA: Ubisoft


LANÇAMENTOS
01/10/2009 01/10/2009 Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Disponível na PlayStation Store

No. de Jogadores: 1-4

Definição HD: 1080i

Troféus


Turtles in Time foi o arcade de maior sucesso publicado pela Konami nos anos 90. Com as possibilidades da nova geração e suporte a alta definição, a Ubisoft, atual detentora dos direitos sobre as tartarugas ninja, decidiu repaginar o título, do mesmo modo que já havia feito com o título que originou a franquia Prince of Persia.

Em Re-Shelled, assim como no original, Krang rouba a Estátua da Liberdade sob ordens do Destruidor, cabendo aos heróis mutantes a missão de resgatá-la. Ao longo do caminho, entretanto, o Destruidor bane seus inimigos para diferentes épocas, fazendo as tartarugas enfrentarem o clã Foot desde a pré-história até uma base espacial futurista. Como era de se esperar de um beat ’em up, é uma história bastante fraca, servindo apenas como uma desculpa para colocar os personagens em cenários bastante diferentes.

A principal diferença entre o título original e essa versão, sem dúvidas, está na parte gráfica. Antigos sprites dão lugares a ambientes e modelos renderizados em 3D, fazendo com que parte da individualidade do título original seja perdida, mas a essência do jogo permanece inalterada para os mais nostálgicos. A transição para ambientes tridimensionais permite às tartarugas atacarem nas oito direções, por exemplo, o que não era possível no título original.

Ainda se tratando da jogabilidade, o jogo segue a risca a fórmula dos hoje obsoletos beat ’em ups: limpe a tela de inimigos e avance um pouco no cenário para que mais inimigos apareçam, assim prosseguindo até chegar no final do nível onde você normalmente enfrenta um chefe. São poucos os casos onde os chefes requerem algum tipo de estratégia, normalmente caindo no padrão de bater e correr. Um aspecto negativo é que o jogador tem a sua disposição um ataque especial levemente mais forte que os golpes normais e que não tem custo nenhum, podendo abusar desse golpe o jogo inteiro.

Os controles também seguem os moldes antigos, tendo um botão para pular, um para atacar e um terceiro botão para realizar o golpe especial. Cada uma das tartarugas tem seus golpes próprios, permitindo que Donatello atinja oponentes mais distantes do que Raphael, por exemplo. Embora os controles sejam bastante responsivos, existe uma certa demora nas animações que podem vir a causar frustração, especialmente quando um inimigo derruba sua tartaruga. Se você for derrubado no terceiro nível, por exemplo, é bastante provável que acabe sendo atingido por uma das armadilhas sem poder fazer nada a não ser levar o dano adicional e esperar até retomar o controle do personagem.

Sonoramente falando, as músicas do jogo não se destacam, apenas servindo como mero acompanhamento da ação através dos níveis. Em determinadas circunstâncias, as tartarugas também proferem certas frases, normalmente quando caem em armadilhas, porém elas acabam se repetindo com certa frequência e isso acaba voltando-se contra o lado cômico que essas frases tentam induzir.

Re-Shelled é um jogo extremamente curto, podendo ser finalizado em menos de uma hora. O jogo oferece um modo para múltiplos jogadores, até quatro pessoas podem jogar tanto em multiplayer local como online; e, embora seja divertido, limita-se aos modos que você provavelmente já terá jogado sozinho. Além do modo Story, você tem a disposição o modo Quick Play, que permite revisitar as fases individualmente, e o modo Survival, que consiste em terminar o jogo com apenas uma vida. O jogo também tem quatro níveis de dificuldade; dificuldades mais altas tornam maior o número de capangas por tela.

O fator nostalgia provavelmente vai falar mais alto quanto a Re-Shelled. Ele não é um título ruim, mas a relação custo-benefício está longe de ser das melhores. Jogue a versão de demonstração: através do primeiro nível, você vai ter uma excelente ideia do jogo e talvez seja o suficiente para que você tome sua própria decisão se vale a pena ou não o investimento.

65%