AnálisesDLCPS4

Road to Boruto (Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4)

Análise

NOME: Não disponivel
FABRICANTE: Não disponivel
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Não disponivel
DISTRIBUIDORA: Não disponivel


LANÇAMENTOS
Não disponivel Não disponivel Não disponivel


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Não disponivel


Naruto Ultimate Ninja Storm 4: Road to Boruto é um DLC do jogo original, baseado no filme Road to Boruto, que continua a história da série após os acontecimentos do mangá original, abordando a jornada do filho de Naruto e da nova geração de ninjas da Vila da Folha.

Na trama, Boruto Uzumaki, filho do Sétimo Hokage da Vila da Folha, sente a falta da atenção do pai, que anda sempre ocupado com as obrigações de um líder da vila. Com raiva e a necessidade de chamar sua atenção, Boruto decide então melhorar suas habilidades para enfrentar seu pai. Para isso, ele terá ajuda de seus amigos e companheiros de time ninja, Sarada Uchiha e Mitsuki. Além de uma mãozinha de um certo antigo rival de Naruto, que volta para a vila após encontrar evidências de que algo terrível ameaça a paz de Konoha e do resto do mundo.

Lançado em forma física e digital como uma edição definitiva de Naruto Storm 4, o DLC pode ser comprado separadamente para aqueles que já têm o jogo principal. Assim, o novo conteúdo do DLC se concentra na nova campanha e em seus novos personagens. No novo modo aventura, você controlará Boruto, explorando Konoha, progredindo na história e fazendo missões paralelas para personagens, do mesmo modo que o modo Aventura do jogo original.

A trama se baseia no filme lançado de mesmo nome, repetindo cenas e diálogos da película, agora transportados para o visual do jogo. O mapa e os design dos cenários são os mesmos de Naruto Storm 4, não houve nenhuma mudança significativa na jogabilidade, exceto por alguns novos mini-games e mudanças estéticas em algumas partes do cenário, evidenciando o salto no tempo em comparação com os acontecimentos de Naruto Shippuden. Assim, a campanha tem a mesma base e estrutura da lançada em Fevereiro do ano passado, o que acaba dando um sentimento de deja vú para quem já se aventurou na Vila da Folha do modo Aventura original.

O problema na história fica pelo ritmo e a falta de momentos Fator Secreto (QTE) nas lutas. Há muitas cutscenes "simples" e pouquíssimas cenas com grande produção. Se compararmos com os DLC's anteriores das histórias de Gaara e Shikamaru, não há muita diferença e não valeria muito mais que o valor de um DLC mais simples. Apesar disso, para os fãs brasileiros a nova dublagem de personagens como Boruto e Sarada surpreendem e entregam um bom trabalho.

A campanha dura aproximadamente 3 horas, com mais algumas missões paralelas que Boruto deve realizar para personagens da série como Konohamaru, Gaara, etc. Terminar o modo história desbloqueará novos personagens para o Combate Livre e Online.

Em adição ao host de personagens (que, somando com todos os DLC's, já são 119), aqui foram acrescentados 7 personagens novos – 2 Borutos, Sarada, Mitsuki, Naruto e Sasuke adultos e o retorno de Mecha-Naruto, ausente desde a sua estreia em Naruto Storm Revolution – e 2 skins para Sakura e Gaara, sem mudanças de golpes ou técnicas secretas. Além de 3 novos Mapas.

Além disso, o jogador terá a chance de jogar com a versão de Boruto, Sarada e Naruto e Sasuke versão The Last lançados como exclusivos na pré-venda no jogo original (com Técnicas Secretas em time exclusivas também). O curioso é que no final das contas há 3 Borutos diferentes na seleção de personagens. Isso era realmente necessário?

É decepcionante ver que, além da falta de variedade nos novos personagens selecionáveis, há ainda a ausência de outros que aparecem apenas como rivais no modo história, como Konohamaru adulto, Kinshiki e Momoshiki Otsutsuki, Shikadai Nara e Yurui.

Veredito

Podemos analisar Road to Boruto de dois modos: a de apenas um DLC/expansão do jogo original, e a de uma versão completa do jogo lançado ano passado com adição de um conteúdo extra. Olhando pelo lado do DLC, é um pouco decepcionante para quem esperava algo mais substancial pelo preço que está sendo sugerido no lançamento, com poucos personagens novos e um novo modo história curto que recicla muitos elementos do jogo original.

Mas para quem ainda não pôde jogar o jogo original até agora, é uma boa pedida pegá-lo com todo o seu conteúdo extra (3 Pacotes de DLC), com a adição de um conteúdo exclusivo que ao menos acrescenta na duração total do jogo e na seleção de personagens. O gameplay e o visual ainda são incríveis e é extremamente recomendado para qualquer fã do mangá e anime.

Se esta é a despedida de Naruto Shippuden Ultimate Ninja Storm 4 e o começo de uma nova geração, com Boruto e os filhos dos personagens principais da franquia, fica o gostinho de quero mais e uma promessa para um conteúdo mais robusto em uma possível sequência da série.

Jogo analisado com o código fornecido pela desenvolvedora.


 

67%