AnálisesDLCPS4

Análise DLC – Dead Living Zombies (Far Cry 5)

A última expansão de Far Cry 5 funciona melhor como um ligeiro passatempo, não muito interessante ou atraente, que não adiciona muito à franquia e com certeza não vale o valor cobrado.

Análise

NOME: Dead Living Zombies (Far Cry 5)
FABRICANTE: Ubisoft
PLATAFORMA: ps4
GENERO: Ação / Tiro em Primeira Pessoa
DISTRIBUIDORA: Ubisoft


LANÇAMENTOS
28/08/2018 28/08/2018 28/08/2018


INFORMAÇÕES ADICIONAIS E SUPORTE
Resolução Máxima: 1080p
Nº de Jogadores: 1 (2 online)
Troféus
Espaço necessário: 183,63 MB
Legendas em PT-BR: Sim
Dublagem em PT-BR: Sim


Far Cry 5 teve um bom lançamento e foi bem recebido por boa parte de seus jogadores, sejam os mais antigos da série ou os novatos. Com esse sucesso, era esperado que o jogo fosse expandido de forma que acompanhasse a qualidade do produto inicial, mas já vimos que nas duas primeiras expansões não foi bem assim.

A última expansão planejada para Far Cry 5 continua funcionando como uma história completamente isolada da campanha principal, usando um tema já conhecido pelos jogadores, assim como nas duas expansões anteriores.

Defuntos Lunáticos: Zumbis é um pacote com sete histórias separadas apresentadas pelo aspirante a cineasta Guy Marvel. Cada história é uma tentativa de Guy colocar seu trabalho nas mãos de produtores de cinema, tentando criar as melhores histórias de zumbis para Hollywood.

O jogador toma o controle dos personagens criados por Guy em suas histórias e acaba entrando nas loucuras que cada uma propõe. Apesar do tema já ser usado em excesso na indústria de videogames, a expansão tenta partir pra um lado mais cômico e satírico, criando narrativas que ironizam exatamente o abuso do tema.

As histórias são bastante curtas e simples. Cada uma tenta usar os zumbis de alguma forma diferente, seja com uma tentativa de romance, uma missão de resgate quase suicida ou uma heroína como a última esperança da Terra. Nenhuma realmente traz uma trama impactante ou apresenta algo que valha o investimento de tempo e dinheiro.

A jogabilidade continua a mesma e nada foi adicionado em relação ao jogo base. Os inimigos não são nada mais do que poderia se esperar e, tirando um certo inimigo que está mais para um easter egg, não há novidade alguma quando comparados a outros vários zumbis que já surgiram em outros jogos.

As sete histórias não têm vínculo algum entre si e, como um produto final, não acrescentam nada sequer na história do próprio Guy Marvel. Poderia no mínimo mostrar o background do personagem, já que cronologicamente a expansão ocorre antes de Far Cry 5, mas somente mostra o porquê do personagem acabar aparecendo em Hope County.

Se individualmente a DLC mal se sustenta e não mostra razões para ser adquirida, pensando pelo conjunto das expansões que foram oferecidas no season pass, nota-se claramente que o resultado final é de baixa qualidade e certamente não vale nenhum investimento por parte dos fãs de Far Cry.

Veredito

A última expansão de Far Cry 5 funciona apenas como um ligeiro passatempo, pouco interessante ou atraente, que não adiciona muito à franquia e com certeza não vale o valor cobrado. A melhor escolha para os jogadores é aproveitar o excelente Far Cry 5 e ficar longe de todas suas expansões disponíveis.

Jogo analisado com código fornecido pela Ubisoft.

45%