Trabalhar num texto com 4 dicas essenciais para montar um setup para produzir conteúdos gamers pode ser difícil e um tanto controverso. Afinal, cada usuário lida melhor com uma marca do que outra, já que design, ergonomia e gosto podem interferir bastante nas escolhas do usuário.

Para tentar ajudar nessas 4 dicas essenciais para montar um setup, nós iremos listar alguns equipamentos simples, intermediários e (não tão) avançados que farão você andar metade do caminho nessa busca por produtos que realmente valem a pena.

Para finalizar, é preciso lembrar que, embora produzir conteúdo seja algo relativamente “fácil”, equipar-se com os melhores periféricos torna-se uma necessidade ao longo do tempo, já que conforme a demanda cresce, as exigências por uma experiência audiovisual mais imersiva vira uma constante.

Imersão sonora

4 dicas essenciais para montar um setup
O A50 + Base Stations é um dos periféricos mais potentes para PS4. Porém, a HyperX também possui alternativas mais acessíveis, como o HyperX Cloud. Fonte: ASTRO / Divulgação

Uma das principais questões que acaba sendo muito discutida entre aqueles que querem produzir conteúdo, é a qualidade de som na hora da produção.

Existem diversos headsets no mercado que podem servir para aquilo que você busca, porém, é preciso ficar atento às configurações do produto escolhido. Ter noção de até onde vai a capacidade do equipamento, muda completamente a opinião daqueles que buscam uma maior imersão dentro dos jogos.

A redação do PSX Brasil, por exemplo, possui hoje dois headsets que funcionam muito bem para a gravação de conteúdo em vídeo e apresentação nas lives: o ASTRO A10 e o ASTRO A50 + Base Station, ambos da ASTRO Gaming, subsidiária da Logitech.

O ASTRO A10 é um headset estéreo com fio que funciona tanto no PC, quanto no PS4. O som limpo e nítido permite ouvir detalhes que, às vezes, não é possível perceber quando se está usando os alto-falantes da TV.

Já o ASTRO A50 + Base Station é o produto mais premium da marca no Brasil até o momento. Também compatível com PC e PS4, ele se destaca pela total ausência dos fios e alta qualidade sonora. Equipado com Dolby Atmos e um som 7.1 surround, ele proporciona um som espacial limpo, nítido e cristalino. Além, é claro, de ser extremamente robusto e confortável.

Embora esses dois headsets sejam “extremos opostos”, cada um deles atende muito bem a demanda, não importa se é para iniciantes ou veteranos. Em linhas gerais, podemos dizer que o ASTRO A10 é ótimo para fazer gravações de áudio no geral, enquanto que o ASTRO A50 é perfeito para gravar e editar vídeos, já que sua qualidade sonora é muito mais elevada. Mas fique atento: o A50 necessita ser plugado na saída óptica do PS4 para funcionar com todos os recursos, por esse motivo, tenha certeza que o seu console possui uma.

Qualidade de áudio

4 dicas essenciais para montar um setup
O Quadcast é uma boa opção para quem busca um setup luminoso. Fonte: Divulgação

Para dar 4 dicas essenciais para montar um setup, é preciso atentar-se aos mínimos detalhes, e um deles é o áudio, que ajuda a compor o cenário de Jornalistas e produtores de conteúdo que trabalham com multimídia há bastante tempo.

Uma boa qualidade de áudio muda completamente a visão que o público tem do seu conteúdo. Quando se tem uma voz limpa e clara dentro de vídeos ou podcasts, o espectador/ouvinte tende a prestar mais atenção.

Embora a maioria dos modelos de headsets tenham microfones embutidos, a maioria deles acabam sendo usados para chat de voz com os amigos em jogos multiplayer. Claro, não podemos descartar esses fones por completo, afinal, investir em equipamentos mais avançados leva tempo. Porém, é importante lembrar que o investimento em produtos melhores deve ser priorizado.

No mercado existem diversos microfones com diferentes propostas. Os da Shure, por exemplo, são excepcionais, porém, os altos valores mostram que a marca é destinada a um público muito específico.

Como esse guia tem o objetivo de mostrar periféricos dos simples aos (não tão) avançados, podemos sugerir aqui os microfones da Blue ou HyperX, que embora não sejam tão profissionais quanto os da marca citada no parágrafo anterior, conseguem atender muito bem a demanda.

O Quadcast bate de frente com o Blue Yeti, pois possuem uma qualidade de áudio semelhante. Porém, o microfone da HyperX (primeiro mencionado) tem a seu favor o LED vermelho, que dá todo um contraste no setup, perfeito para quem quer fazer lives.

Por outro lado, a Blue (que chegou oficialmente ao Brasil no final de 2019) apresentou há algum tempo o Blue Yeti X, novo microfone da marca. Embora ele não tenha um LED pomposo como o apresentado no Quadcast, conta com uma qualidade de áudio muito superior e, financeiramente falando, sai quase que pelo mesmo preço que o xodó da HyperX.

Nós do PSX Brasil temos conosco o Blue Yeti Nano. Ele atende muito bem a demanda quando necessário e entrega um áudio bem limpo e nítido. Infelizmente não pode ser usado em conjunto com o ASTRO A50 no próprio PlayStation 4, por exemplo, já que possui saída para fones de ouvido, forçando a utilização de um headset com fio.

A imagem também importa

4 dicas essenciais para montar um setup
Além do tradicional apoio para ser acoplado no monitor, a Streamcam Plus também conta com um tripé na embalagem. Fonte: Divulgação

Se você faz parte daquele grupo de pessoas que acha que a webcam morreu, é melhor pensar de novo. Embora o uso da câmera profissional para gravações ainda seja a melhor opção para resultados mais bonitos, muitos outros conseguem se virar muito bem com uma webcam.

Algumas pessoas usam a própria PlayStation Camera para fazer transmissões pela twitch via PS4, por exemplo. Porém, sua qualidade pode não agradar aqueles que buscam algo mais profissional.

Para atender esse usuário busca algo mais “pro”, a Razer e Logitech têm webcams que, embora não sejam lá tão baratas, conseguem substituir uma DSLR para quebrar o galho.

A Razer Kiyo é a webcam da Razer que permite filmar em 1080p a 30fps ou em 720p a 60fps. Ela possui uma mini ring light que deixa os ambientes ainda mais iluminados e nítidos, perfeito para lugares escuros.

A Logitech, por sua vez, possui uma experiência mais vasta no ramo de webcams, e por consequência, um portfólio bem mais amplo e rico. No entanto, desse catálogo todo, dois produtos se destacam: Logitech Brio 4K e Streacam Plus. Enquanto uma permite que o usuário capte imagens em 4k/30fps, a outra faz gravações a 1080p/60fps, respectivamente.

O grande diferencial da Streamcam Plus é que ela não só filma na horizontal, como também permite que o usuário faça captações na vertical, recurso perfeito para quem quer fazer divulgações nos stories do Instagram, por exemplo.

Independente da sua escolha, é preciso ter em mente a necessidade. Óbvio que filmagem em 4K é algo que enche os olhos, porém, nem todo mundo possui um PC/celular/TV compatível com a resolução. Tendo isso em vista, o investimento em uma Razer Kiyo ou Streamcam Plus pode ser muito mais vantajoso.

Transmita com a melhor performance

4 dicas essenciais para montar um setup
A elgato é uma das marcas mais conhecidas quando o assunto é placa de captura. Porém, a Avermedia também é uma boa opção. Fonte: Divulgação

Antes de finalizar esse especial com as 4 dicas essenciais para montar um setup, nós não poderíamos deixar de mencionar a necessidade de uma placa de captura. Isso mesmo! Ela é extremamente importante para quem gosta de streamar gameplays de jogos que possuem a opção de share bloqueada, como Tales of Berseria, por exemplo.

A placa de captura também é essencial para quem quer começar a fazer gameplays em outras plataformas que não a Twitch ou YouTube, que possuem suporte de transmissão direta pelo PS4.

Existem vários modelos disponíveis no mercado, porém, o investimento vai depender do que você está buscando. Duas marcas muito boas e recomendadas são a Avermedia e Elgato, que possuem placas que podem capturar vídeos em 1080p/60fps. Mas claro, existe o fator pandemia que encareceu e MUITO esse setor. Por esse motivo, não vai ser fácil achar esse tipo de produto por menos de R$1.500,00. Pelo menos não com essa qualidade.

Gostou do nosso especial e quer ver mais conteúdos como esse aqui no PSX Brasil? Deixe seu comentário e conta pra gente quais são suas dicas para quem quer começar a produzir conteúdos gamers. Lembrando que essa lista mostra dicas básicas, porém essenciais, de como seguir e escolher os produtos para começar as atividades.